img004

Foto de Rodolfo Athayde, 1994

img005

Releitura de Pedro Américo, óleo sobre tela, 80x60cm, 2000. Acervo Funesc

Alberto Lacet

Alberto Lira Lacet
Teixeira-PB, 1954. Vive e trabalha em João Pessoa desde 1982.

Pintor. Curso de Pintura e desenho (Coex/UFPB, João Pessoa, 1974). Fundou, com artistas locais, o ateliê coletivo do MAAC (Campina Grande, 1978). Exposições em João Pessoa, Areia, Natal, Campina Grande, Recife, São Paulo e Rio de Janeiro (Brasil), Porto e Ovar (Portugal), e Madri (Espanha). Obras nos acervos: Casa do Brasil (Madri); Museu da Cidade de Ovar (Portugal); MAC/USP (São Paulo); MAAC (Campina Grande); Acervo PMJP (João Pessoa); Pinacoteca da UFPB; Funesc e Energisa Paraíba (João Pessoa); Casa do Dalai Lama (Tibet); Acervo Presidência da República/Palácio da Alvorada (Brasília); Fundação Pierre Challita (Maceió-AL); e Acervo PMCG (Campina Grande). Em 2008, foi publicado o livro Pinturas(FMC/Funjope, edição 2006), sobre sua obra, com apresentação de Fernando Monteiro e Madalena Zaccara:

“O trabalho de Alberto Lacet não se insere em um estilo pictórico definido, como, também, não navega no isolamento, por vezes hermético, do conceitualismo que caracteriza a produção artística da virada do século XX.” (Profª Drª Madalena Zaccara, UFPE)

“Na era do fragmento-do-fragmento, Alberto Lacet amarra as suas visões com técnica impecável, e caímos no laço ou da sua ironia ou dos seus retratos – sem retoques – do nosso inconsciente coletivo, com incursões por alguns climas antonioninescos que são uma narrativa à parte no seu trabalho. Eis, repito, um artista independente e pessoal, no meio das ‘instalações’ improvisadas e dos pintores e das pintoras saídas do divórcio para a arte de um verão do amadorismo. (…) Lacet é um profissional – onde outros são repentistas visuais formados de oitiva –, e seu planeta não se confunde com os meteoros rápidos dos equívocos na ponta brasileira mais próxima da África. Sua obra é como um cabo geográfico entre os acidentes naturais do que nos define, e se pode contemplar sua obra inteira, sem encontrar um único traço de interesse por pedras do reino ou por ‘invenções’ pictóricas baseadas na falta de cultura etc.” (Fernando Monteiro, escritor pernambucano)

fonte: [http://www.albertolacet.com; outros catálogos]

Casa do Brasil (Madri); Museu da Cidade de Ovar (Portugal); MAC/USP (São Paulo); MAAC (Campina Grande); Acervo PMJP (João Pessoa); Pinacoteca da UFPB; Funesc e Energisa Paraíba (João Pessoa); Casa do Dalai Lama (Tibet); Acervo Presidência da República/Palácio da Alvorada (Brasília); Fundação Pierre Challita (Maceió-AL); e Acervo PMCG (Campina Grande)

Pinturas(FMC/Funjope, edição 2006)

Buscar outros artistas

Log in with your credentials

Forgot your details?