img072
Foto de Adriano Franco, 2007
img073
Da série À flor da pele, fotografia, 2007

Fábia Lívia de Carvalho

Fábia Lívia Maciel de Carvalho
João Pessoa-PB, 1961. Vive e trabalha em João Pessoa e Basel/Suíça.

Artista visual. Frequentou a Faculdade de Ciências Humanas [Psicologia] (Esuda, Recife), abandonou o curso e o emprego no Bandepe para se dedicar às artes plásticas. Estudou no MAM, Rio de Janeiro, com Enéas Valle, Rubens Gerchman, José Maria Cruz, Gianguido Bonfanti, Gonçalo Ivo e Ivan Lima. Obteve seu primeiro prêmio (artista revelação), na Mostra dos Novos Artistas (Funesc, João Pessoa, 1986). Em 1988 viajou para a Europa e, em 1989, se radicou na Basiléa, Suíça. Daí, iniciou a série Black boxes, apresentada em 1994 no Alte Schappe Mühle (Arlesheim/Suíça). Trabalhou no atelier dos irmãos Zingg (Basel, 1992) e na Galeria Demenga. De 1992 a 1995, instalou-se no Atelierhaus Arlesheim [com Martin Cleis], trabalhando na restauração de pinturas e objetos para o SKA (atual Banco Credit Suisse, Zurique), e em projeto no SBV (Tellplatz, Basel). Realizou com Martin Cleis o projeto Pflanzlandgarten Schappe, apresentado em 1995 no Ortsmuseum (Arlesheim). É desta época a série de aquarelas Visões, apresentadas nos EUA, Brasil, Espanha e Suíça. Em 1994 foi aceita como sócia da GSBK (Associação das Artistas Mulheres Profissionais de Basel), e realizou mostra itinerante nos Países Bálticos (Estônia, Lituânia, Letônia), e em Moscou, na Rússia. Exp. ind.: Galeria Metropolitana de Arte Aloísio Magalhães (Recife, 1987); 10 anos de vida e trabalho na Suíça (Trotte Aurora, Niederweningen/ Zurique, 1998). Exp. col.: Shifting boundaires [com Dadi Wirz e Krassimira Drenska] (Centro Cultural São Francisco, 1998); Büchersendung Galeria (Greifswald/Alemanha, 2004); Cartografias do território (Usina Cultural Energisa, 2006); Blätter fliegend und gebunden (Galeria Akademia, Sofia /Bulgária, 2007); Trienal Internacional de Artes Gráficas (Sofia/Bulgária, 2007); Pontos de vista 1 (Galeria Archidy Picado, 2007); Pontos de vista 2(Foudation Brasilea, Basel/ Suíça, 2009). Em 1996, Fábia Lívia intermediou a realização de projetos de intercâmbio entre a Suíça e o Nordeste do Brasil [com Martin Cleis e Dyógenes Chaves] (REDE/Fundação Pro Helvetia/AFAA, Projeto Laboratoire, João Pessoa, 1998). De 1996 a 1998, trabalhou nos ateliês da Escola de Design de Basel, desenvolvendo o projeto de gravuraSchweisstüchern (Sudários). Em 1996 participou do workshop Visões do Cabo Branco [Raul Córdula] (III Fenart, Funesc, João Pessoa). De 1999 a 2000, participou do projeto Le livre d’artist[organizado por Krassimira Drenska].

fonte: [catálogos da artista]

Buscar outros artistas

Log in with your credentials

Forgot your details?