Genilson Soares

Genilson Soares da Silva
João Pessoa-PB, 1940. Vive e trabalha em São Paulo.

Artista visual e designer gráfico. Cursos de artes plásticas no Ateliê Coletivo, com Abelardo da Hora (Recife, 1953-54). Entre 1963-1965, atua como projetista de arquitetura no Recife. Em 1966 muda-se para São Paulo e trabalha como programador visual. Exp. ind.: Relance íris de passagem das cores (Galeria Deco, São Paulo, 1982); Passagem pelo solstício (MAM, São Paulo, 1985);Luzes e reflexos na ciografia da tarde (Paço das Artes, São Paulo, 1989). Exp. col.: Salão de Pintura (Museu do Estado, Recife, 1962); XVII Salão Paulista de Arte Moderna (São Paulo, 1968);V Jovem Arte Contemporânea – Prêmio (MAC/USP, 1971); VIII Salão de Arte Contemporânea – Prêmio (MAC/ Campinas, 1972); XII Bienal Internacional de São Paulo (1973); Ideen aus Brasilien(Fluxus Gallery, Selb/Alemanha, 1975); Arte Agora (MAM, Rio de Janeiro, 1976); Editions & Communications in Latin America (Le Havre/ França, 1977); XIV Bienal de São Paulo (1977);Images messages d’Amerique Latine (Villeparises/França, 1978); Three brazilian artists (Museum and Academy of Art, Cranbrook/EUA, 1979); XII Panorama de Arte Atual Brasileira (MAM/SP, 1980); I Exposição Internacional de Art-Door (Recife, 1981); XVI Bienal de São Paulo (1981);Foto/Ideia (MAC/USP, 1981); Arte na Rua 1 (São Paulo, 1983); Arte Xerox Brasil (Pinacoteca do Estado, São Paulo, 1984); Tradição e ruptura (Fundação Bienal, 1984); XVI Panorama de Arte Atual Brasileira – Prêmio (MAM São Paulo, 1985); Uma alquimia da substância espacial (Paulo Figueiredo Galeria de Arte, São Paulo, 1987); A mão Afro-Brasileira (MAM, 1988); Introspectives: contemporary art by americans and brazilians of african descent (California Afro-American Museum, Los Angeles/EUA, 1989; Bronx Museum, Nova York/EUA, 1990); XX Bienal de São Paulo(1989); A estética do Candomblé (MAC/USP, 1989); Bienal Brasil Século XX (Fundação Bienal, 1994); Bandeiras (SESI São Paulo, 1996); Genilson Soares e Francisco Iñarra (Centro Universitário Maria Antonia, São Paulo, 2003).

fonte: [http://www.itaucultural.org.br]

Relance íris de passagem das cores (Galeria Deco, São Paulo, 1982); Passagem pelo solstício (MAM, São Paulo, 1985);Luzes e reflexos na ciografia da tarde (Paço das Artes, São Paulo, 1989)

Salão de Pintura (Museu do Estado, Recife, 1962); XVII Salão Paulista de Arte Moderna (São Paulo, 1968);V Jovem Arte Contemporânea – Prêmio (MAC/USP, 1971); VIII Salão de Arte Contemporânea – Prêmio (MAC/ Campinas, 1972); XII Bienal Internacional de São Paulo (1973); Ideen aus Brasilien(Fluxus Gallery, Selb/Alemanha, 1975); Arte Agora (MAM, Rio de Janeiro, 1976); Editions & Communications in Latin America (Le Havre/ França, 1977); XIV Bienal de São Paulo (1977);Images messages d’Amerique Latine (Villeparises/França, 1978); Three brazilian artists (Museum and Academy of Art, Cranbrook/EUA, 1979); XII Panorama de Arte Atual Brasileira (MAM/SP, 1980); I Exposição Internacional de Art-Door (Recife, 1981); XVI Bienal de São Paulo (1981);Foto/Ideia (MAC/USP, 1981); Arte na Rua 1 (São Paulo, 1983); Arte Xerox Brasil (Pinacoteca do Estado, São Paulo, 1984); Tradição e ruptura (Fundação Bienal, 1984); XVI Panorama de Arte Atual Brasileira – Prêmio (MAM São Paulo, 1985); Uma alquimia da substância espacial (Paulo Figueiredo Galeria de Arte, São Paulo, 1987); A mão Afro-Brasileira (MAM, 1988); Introspectives: contemporary art by americans and brazilians of african descent (California Afro-American Museum, Los Angeles/EUA, 1989; Bronx Museum, Nova York/EUA, 1990); XX Bienal de São Paulo(1989); A estética do Candomblé (MAC/USP, 1989); Bienal Brasil Século XX (Fundação Bienal, 1994); Bandeiras (SESI São Paulo, 1996); Genilson Soares e Francisco Iñarra (Centro Universitário Maria Antonia, São Paulo, 2003)

Buscar outros artistas

Log in with your credentials

Forgot your details?