Hudson Azevedo

Guarabira-PB, 1923 – João Pessoa-PB, 2000.

Fotógrafo. Chegou a João Pessoa em 1937 e logo começou a trabalhar com fotografia com os dois grandes mestres na Paraíba: Gilberto Stuckert e José Lyra. Colaborou por dez anos com os Stuckert, até que aceitou o convite do Foto Lyra. Contratado para serviços que iam da limpeza do foto à entrega de fotografias, logo ficou fascinado pela “magia” que envolve a atividade fotográfica. Seu aprendizado aconteceu espontaneamente, por interesse próprio porque os patrões não precisavam de mais um fotógrafo ou laboratorista. Da experiência com Lyra, após quatro anos, abriu seu próprio atelier na rua Guedes Pereira, onde permaneceu por 32 anos. Em 1948 foi convidado para exercer a função de fotógrafo oficial do Governo do Estado. Hudson deixa o Foto Lyra para dividir seu tempo entre o Palácio e o seu pequeno ateliê foto. Tinha verdadeira paixão por paisagens, o que o fez ser considerado o maior retratista do litoral paraibano e um dos mais importantes documentaristas da paisagem urbana, na década de 1950. Com imagens das praias paraibanas, organizou, em 1953, sua primeira exposição individual (Prefeitura Municipal). Com estas obras, representou a Paraíba na I Exposição do Nordeste Brasileiro (Teatro Municipal, Rio de Janeiro, 1953). Em 1993, participou, ao lado de Marcos Veloso e Gustavo Moura, da mostra Cidades invisíveis (Centro Cultural São Francisco).

fonte: [Fotografia na Paraíba, Bertrand Lira, Universitária, João Pessoa, 1997]

I Exposição do Nordeste Brasileiro (Teatro Municipal, Rio de Janeiro, 1953); Cidades invisíveis (Centro Cultural São Francisco)

Buscar outros artistas

Log in with your credentials

Forgot your details?